Identificando o Comportamento Adequado

17 de abril de 2013 6 comentários

Geralmente nos esquecemos de que a criança passa por um processo muito acelerado de desenvolvimento nos dois primeiros anos de vida. Ela tem, por exemplo, que aprender a comer, sentar, engatinhar, andar, falar e, embora não pareça, tudo isso é muito complexo. É preciso lembrar, então, que toda criança, mesmo as mais velhas, apresenta comportamentos “adequados” e “inadequados”, já que ela está sempre aprendendo. Convidamos você a encarar com maior naturalidade a ocorrência de comportamentos considerados “errados” ou inadequados por parte de seus filhos, pois eles estão em processo de aprendizagem.
Você pode e deve ensinar seus filhos e filhas a se comportarem de modo adequado, aumentando as chances de ocorrência do comportamento adequado.

Provavelmente você esteja acostumada a notar mais facilmente o comportamento inadequado e se esquece de valorizar e recompensar os comportamentos adequados do seu filho. Pode ser que você não esteja acostumada a olhar para o comportamento adequado. A criança precisa de um incentivo para se comportar bem e continuar se comportando assim. Você pode estar se perguntando: “Agora toda vez que meu filho se comportar de modo adequado, eu terei que dar uma recompensa? Ou terei que ameaçar o meu filho para que ele faça o que eu espero?”

Cada criança é única e é preciso descobrir o que funciona como recompensa para cada criança, pois o que funciona com uma, não necessariamente funciona com a outra. Observe, portanto, as coisas que seu filho realmente aprecia, gosta ou prefere.

Dicas sobre recompensa

• Nunca critique ou dê bronca enquanto você recompensa um comportamento. Isso fará com que a recompensa perca a sua força.
• A recompensa deve ser apresentada IMEDIATAMENTE após a criança se comportar da forma adequada ou desejada; só assim ela poderá identificar que foi o seu comportamento que originou a recompensa, levando-a a repetir tal comportamento, do contrário, essa relação entre a conseqüência positiva e o comportamento a ser aprendido é enfraquecida. Entretanto, quando o comportamento se estabilizar, é preciso recompensá-lo, de vez em quando, para que ele continue se mantendo, ao longo do tempo.



6 comentários:

  • Shairane Mello disse...

    Adorei o post, será uma dica muito valiosa para usar com o Rafa.
    Bjo
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

  • Andrea Charan disse...

    Adorei o "cada criança é única".... acredito muito nisso, por isso essas fórmulas secretas de educação e dicas de maternidade não funcionam pra mim. Vou seguindo e criando segundo a minha filha pede.... e está dando certo. Bjus Andrea e Lara coisas-da-lara.blogspot.com.br

  • Cristiane Lima disse...

    Bem verdade o q vc falou.
    O desenvolvimento é mt particular, festejamos as conquistas, mas os comportamentos ruins afff... sempre são lembrados deveríamos fazer ao contrário.
    Adorei a dica, bjss

  • Fernanda Holt disse...

    Olá Toninha,
    Ainda não tenho filhos, mas já estou me preparando para isso então adorei conhecer seu blog.
    Sou BU e já estou te seguindo.
    Se puder vá conhecer o meu cantinho:
    http://saladananda.blogspot.com.br/
    Bjos

  • Renata Palombo disse...

    Achei esse post muito fofo e sensato! Obrigada por escrev-lo!

    Renata
    www.descobrindoamaternagem.blogspot.com
    www.donasdecasaanonimas.com

 

©Copyright 2013 - Todos os Direitos Reservados - Toninha Ferreira Mundo Mãe | Design By Arte e Design