Como lidar com filhos adolescentes

20 de setembro de 2013 33 comentários

Sou mãe de dois e na maioria das vezes não é fácil lidar com eles. Eles crescem, tem sua opinão e desejos é  a fase de um período complicado para pais e filhos. As relações ficam mais difíceis, as preocupações aumentam e é preciso administrar com calma essa fase cheia de experiências novas para os jovens. Para evitar o distanciamento dois filhos com os pais é preciso evitar alguns erros cometidos pelos pais, em relação aos adolescentes.
1º ERRO: não entender que os filhos cresceram
As crianças quando pequenas, são muito ligadas aos pais, pois dependem dele pra tudo  (comprar, vestir, comer, ir ao médico...). Mas, na adolescência, as coisas mudam, já não aceita suas escolhas e não gosta que opinem sobre nada e isso acarretará um afastamento natural. Para que os filhos possam testar sua independência os adultos devem entender esse momento e dar mais liberdade (claro, com limites). Não dá para permitir tudo, mas é um erro impedir que os adolescentes tenham experiências novas, afinal, eles cresceram e precisam disso para a construção da sua identidade.
2º ERRO: minimizar as descobertas
Os pais costumam dizer aos filhos que sabem perfeitamente pelo que eles estão passando, pois já viveram tudo aquilo. E, portanto, acham que podem dizer qual é o melhor caminho. Acontece que eles tem viver e passar pelas próprias experiêncais e não vivenciar as suas pais. É preciso respeitar o momento do filho, sem impor seu modo de pensar. Por mais que tenhamos ideia de como é, agora é a vez deles. É impossível impedir o sofrimento dos filhos. Todos têm tristezas e dificuldades. Os jovens também.”
3º ERRO: não saber como controlá-los
Os adolescentes se consideram maduros e adultos precoses e não gostam de dar satisfações para onde vai e com quem está. Acha que não precisam. E o ideal é eles conversem sobre qualquer assunto naturalmente, sem a necessidade de cobrar explicações. Se os adolescentes são tratados com respeito, geralmente, retribuem da mesma maneira. Pais que julgam constantemente bloqueiam os filhos, que se fecham. Procure uma relação saudável com seus filhos, as conversas vão fluir normalmente entre vocês. Aproveite nesse momento para falar sobre que estão passando, apresentar e falar dos amigos, compartilhar as experiências. Dê espaço para que o filho se abra, sem que sinta medo de ser julgado. Quebre o clima de tensão entre vocês com bom humor.
4º ERRO: exagerar nas cobranças
A adolescência é uma fase de muitas cobranças. Os pais querem que os filhos tenham um bom futuro, estudem, tenham boas companhias, criem responsabilidade, não se envolvam com drogas... Os pais devem ser afetuosos, senão não funciona. Não podem apenas cobrar. A cobrança precisa ser intercalada com carinho, diversão, momentos descontraídos e diálogos. Muita pressão cansa os dois lados: adolescentes e pais.
5º ERRO: não saber dar liberdade
ThinkstockPodar demais não dá certo e soltar também não. Muitos pais têm dificuldade para saber qual é o momento certo de permitir que os filhos saiam à noite. Aos 15 ou 16 anos, eles querem chegar mais tarde em casa. Querem ir para as baladas. Deixe-os ir, mas é importante ir buscá-los, para ver como saem dessa balada (se estão com os olhos vermelhos ou bêbados, por exemplo). Combine um horário condizente com a idade e a maturidade do seu filho.
6º ERRO: demonstrar falta de confiança
Certificar-se de que o seu filho está em segurança é bem diferente de vigiá-lo. O filho pensa que, se o pai não confia nele, pode fazer o certo ou o errado, pois não fará diferença. Investigar exageradamente não estimula a responsabilidade. Gera um clima de desconfiança –e as relações íntimas são baseadas na confiança. Diga para o seu filho que quer se assegurar de que ele estará bem e informe-se, mas não aja às escondidas.
7º ERRO: desesperar-se nas crises
Os adolescentes dão trabalho. Mas é essencial agir com cautela. Dar broncas muito frequentes estimula o filho a mentir. Para o adolescente, o problema é a bronca. Ele não pondera se suas atitudes podem ser perigosas. Por isso, converse com calma, para entender as razões que o levaram a fazer escolhas erradas. Descubra se é algo frequente e explique as consequências.
8º ERRO: constranger os filhos
Na adolescência, é comum os filhos terem vergonha dos pais. Os pais são munidos de informações que podem envergonhar o filho diante dos amigos. Particularidades que só os pais sabem, mas que o jovem não quer que sejam reveladas. Os adultos precisam evitar expor a intimidade dos filhos, pois, muitas vezes, o deixam constrangido. Evite, também, estender muito as conversas com os amigos dele. Pai e mãe não são amigos. Pais que querem ser amigos não estão sendo bons pais. A relação precisa ser hierárquica. Isso não significa que tenha de ser ruim. A diferença é que, com amigos, temos relações de igual para igual. Entre pais e filhos não é assim, os pais podem ser bacanas, compreensivos, divertidos, mas são pais. E isso é fato.
Thinkstock9º ERRO: colocar seu filho em um altar
Pare de pensar que ninguém está à altura do seu filho. É comum os pais colocarem defeitos em todos os amigos e, principalmente, nos namorados que os adolescentes têm. O excesso de julgamento faz com que os filhos se fechem. O resultado de tantas críticas é que os filhos passam a esconder namorados e amigos dos pais. Eles perdem a vontade de apresentar pessoas com quem convivem e começam a ficar mais na rua do que dentro de casa.
10º ERRO: fazer chantagens
Ameaçar cortar a mesada, deixar sem computador ou celular, caso o filho não obedeça, é muito comum. Assim como dizer que, enquanto ele viver às suas custas, não poderá tomar certas atitudes. Isso é uma chantagem e não educa. Os pais devem explicar as razões que os levam a proibir determinados comportamentos. Com ameaças, o jovem apenas obedece para não perder um benefício. Agindo assim, a relação entre pais e filhos fica muito descastadas. É como beber e dirigir: quem não faz, pois sabe que é perigoso para si e para as outras pessoas, compreende o problema. Quem deixa de fazer apenas por medo da multa, não entende os riscos.


33 comentários:

  • Tami Oliveira disse...

    Não sou mãe ainda, mais gostei muito das dicas e concordo com elas, principalmente em colocar o filho em um altar, conheço pessoas assim que me irritam d+, além do filho ser melhor em tudo, ainda por cima a adolescente ja ta com 15 anos e é tratada como criança, não vai se quer na esquina sozinha, não pode ficar sozinha em casa sendo que a mãe trabalha ao lado, e a mãe trabalha só meio periodo pra se dedicar por inteiro a ela, acho essas atitudes um absurdo , a "criança" não cresce nunca !!!

  • Cristiane Lima disse...

    Fico pensando como será qd meu pequeno crescer... queremos super proteger, né?
    òtimas dicas, bjs

  • Shairane Mello disse...

    Lidar com adolescente não é nada fácil kkkk
    Eu era terrivel rsrs
    bju
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

  • Raquel disse...

    Oi Toninha, tudo bem? Obrigada pela visita lá no blog e pelo apoio em relação a minha filhota. Ela está 100% já, graças a Deus.
    Menina, a minha filha nem é adolescente ainda, mas percebi que já cometo alguns erros com ela. Vou salvar esse post para me lembrar como agir quando ela chegar lá. bjo e bom final de semana
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

  • Vivi * Isaac disse...

    Acho que todas as fases é complicado,cada uma com sua dificuldade, mas como falou tudo com equilibrio e muita conversa conseguem chegar a um unico lugar, que é que eles cresçam mas saibam como enfrentar os problemas e dilemas da idade com a ajuda da mãe . Bjs
    Vivi e Isaac

  • Sheila xavier santos disse...

    olá venho pela agenda dos blogs e já estou seguindo e curtindo, bjus e sucesso...
    http://charmosademais.tk

  • Michele Gobbato disse...

    Ai Toninha nem me fale haha sei que falta um bom tempinho pra Gui chegar nessa fase, mas as vezes me dá um medo rsrs, vou guardar essas dicas para me ajudar qndo estiver na hora ...

    Beijos Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

  • Tatty Nunes disse...

    Amiga show de bola esse seu post, simplesmente adorei. Disse tudo, cometo vários erros mas estou tentando melhorar, tenha uma sobrinha que é adolescente e é como se fosse minha filha e sem bem como é !Parabéns pelo post! Verdades tem que ser ditas!Bjos
    Tatty
    http://diariomaedeprimeiraviagemtatty.blogspot.com.br/

  • aliny leal disse...

    adolescente ´é dificl vejo pelo meu irmão com 17 anos
    quando chegar minha vez só quero ver
    beijos
    onossonude.blogspot.com.br

  • Cibele Lima disse...

    Adorei as dicas, ainda estou longe, mas já fico sabendo! bjo
    www.vivaverdevivabem.blogspot.com

  • Larissa Schiesl Rauffmann disse...

    Passando para fazer uma visitinha,acabei de conhecer seu blog pelo face,bjjss.

    Dona do:http://mirabolantespensamentos.blogspot.com.br/

  • Letteia Bispo disse...

    É amiga, amei essas dicas
    Ainda não cheguei nessa fase aqui
    Mas já é bom ir aprendendo
    Bjks
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

  • Gleysa Lopes disse...

    Dicas anotadas para quando essa fase chegar!! E todo conselho e bem vindo!!


    Beijos
    Gleysa
    www.demamaeursa.com

  • Nal Pontes disse...

    Parabéns pelo blog. Bem necessário para os dias atuais. Desejo muito sucesso aqui. Já seguindo. bjsss
    http://nalpontes2.blogspot.com.br/

  • Renata Diniz disse...

    Oi Toninha! Essa fase da adolescência não é fácil. Fico só pensando quando chegar a vez da minha filhota. Enquanto isso, nos informarmos é sempre bom. Beijo!

  • Vanessa Meiser disse...

    Minha filha tem 08 anos, não demora ela será uma adolescente e eu nem quero pensar em como será isto, hehe.

    Beijoks, Van - Blog do Balaio
    http://migre.me/gadDl

  • Roberta Aquino disse...

    Nooosssaaa .. já estou me preparando ... kkkkkkkkkkkkkkkk ... eita fase difícil .. mas com certeza conversar vai ser sempre o melhor caminho .. bjs queridaa

    Roberta & Luma
    http://princesaluma.blogspot.com.br/

  • Desirée Tapajós disse...

    Toninha realmente estava comentando sobre minhas filhas parecerem pedras, mas educar adolecente deve ser mais difícil mesmo.

    Excelente post quando as meninas tiverem maiores voltarei aqui com certeza para reler.

    Tri-beijos Desiree
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br

  • Cléo Moretti disse...

    Amigaaaaaa, a minha vez ainda vai chegar! Ótimas dicas!!!!!!

    Adorei tomar um cafezinho com vc no blog da Thayna. Obrigado por sua visita e comentário.

    Beijocas, Cléo Moretti

    Dona Maricota Feliz

  • Mamãe Nádia disse...

    Muito boas essas dicas, amiga! É bom eu já me preparar!
    Tenha uma ótima semana!
    E que a primavera aí no Brasil traga muitas alegrias na sua vida!
    Beijos!

    www.mamaenadia.com

  • Vitoria Aparecida disse...

    Com certeza não é facil, até lá vai demorar um pouquinho, mais espero que nesse futuro proximo eu saiba lidar com tudo isso!

    Bjinhos

    mamaenathan.blogspot.com

  • Anne Lieri disse...

    Oi Toninha!Pelo que li aqui,estou até me saindo bem...rss...achei legal encontrar um texto sobre adolescencia!Bjs e boa semana de primavera!

  • Taciane Dorneles Hermann disse...

    Que medo que minhas filhas cheguem nessa fase, a Tati vai fazer 9 anos. Mas eu não consigo viver sem chantagens, até tento, mas não consigo. Volta e meia me pego dizendo "vai fazer tal coisa ou te coloco de castigo"
    Beijos http://diariodasprincesasdamamae.blogspot.com.br/

  • **Lih** disse...

    Oi Toninha,

    Fico muito feliz por você ser a minha parceira na troca da Thaís!
    Vamos nos falando e combinando tudo!

    Boa semana!

    Beijão pra você!

  • Ísis Rodrigues Cerqueira disse...

    Flor vim através da agenda dos blogs conhecer o seu cantinho e já estou te seguindo se quiser conhecer o meu e me seguir ficarei muito feliz...
    Parabéns pelo blog, que Deus te abençoe...
    www.bio-pink.blogspot.com

  • Samsara SP disse...

    Boa noite querida, lindo seu blog, vem me visitar, se gostar do meu blog e quiser me seguir, te seguirei de volta, deixa o seu link, tenha uma linda semana abençoado por Deus, beijinhos!
    http://pontocruzdasamsara.blogspot.com.br/

  • Dani disse...

    Nossa... excelentes dicas... já me preparando para quando chegar lá... realmente essa fase é muito mais difícil que a minha... que Deus nos dê a sabedoria em cada fase de nossos amados filhos! Vou seguir suas dicas!
    beijos

    www.aprendendoasermaehoje.com

  • Quézia Silva disse...

    Ótimo post, essa fase não é facil, mas vamos lendo desde agora para conhecermos dela um pouquinho mais.

    Beijos

    Quézia Silva
    http://kemuelpresentededeus.blogspot.com.br

  • **Lih** disse...

    Oi Toninha,

    Essa idade é complicada...

    Boa semana!

    Beijos!

 

©Copyright 2013 - Todos os Direitos Reservados - Toninha Ferreira Mundo Mãe | Design By Arte e Design